SUNSHINE PISCICULTURA - INSTALAÇÕES- (Marília- SP)

Videos de vistas aéreas

video 1- mostrando nossas instalações (setores E e F) , parte da reserva ecologica e tanques mais próximos

http://www.youtube.com/watch?v=rgmDXSGmXy0&feature=youtube_gdata

 

Como todas pisciculturas, nos a medida da necessidade, e em função das espécies criadas, fomos expandindo, e construindo nossas instalações.

Para que todos possam entender como tudo funciona, pelo menos em parte, faremos a seguir uma descritiva das instalações:

RESIDÊNCIA

Vista lateral de chegada

Vista semi-frontal

Vista Lateral

ÁREA DE TANQUES NATURAIS

Conta com aproximadamente 450 tanques, com nascentes próprias,e individuais, que se prestam a criação de peixes vivíparos ou ovíparos, associados ao cultivo de plantas aquáticas, dependendo da estrutura do solo, de cada tanque.

Para construí-los, aproveitou-se uma área na orla de uma Reserva Ecológica que mantemos, para preservar a fauna e flora da região, e que também serve de quebra vento.

 

Vista das 16 primeirascarreiras de tanques, à esquerda a reserva

Vista da reserva margeando os tanques


São tanques de diversos tamanhos, de acordo com a declividade, ou situação do solo. Eles ocupam uma área de 25.000 m2.

Vista do terço medial da área de tanques, toda área de vegetação baixa é ocupada por tanques

Vista de um tanque destinado ao cultivo de Hygrophila


RESERVA ECOLÓGICA

É uma área que tentamos preservar, e onde além das espécies nativas de árvores, introduzimos algumas produtoras de alimentos, para a fauna existente.

Animais que são encontrados: oncinha,Jaguariuna,Jaquatirica,Tatu galinha,Capivara,Lontra,Ariranha,Tamanduá Mirim,Anta(Há muito que já não vejo),Gambá,Porco espinho (deste inclusive temos uma fêmea(soneca) que foi criada desde o dia do nascimento, pois foi abandonada pela mãe, e hoje se tornou dona da sala e sofás, (após as 17:00 hs) de onde expulsa cães e pessoas com quem não se simpatiza. E outros animais que me fogem a memória, sem falar na diversidade de pássaros, insetos, anfíbios, etc.

Obs. Para os setores abaixo utilizarei a palavra “modulo” para designar genericamente tanto caixas em alvenaria, como bandejas, aquários, ou qualquer outro recipiente utilizado.

 

Ipê Rosa florido

Soneca - Mascote da Piscicultura Sunshine


LABORATÓRIO-
(Difícil dizer quantos módulos)
É aqui que a maioria dos ovíparos, nascem, e passam seus primeiros dias de vida, dividindo o apertado espaço com culturas de alimentos vivos, e matrizes utilizadas na reprodução, ou em seleção genética.

 

SETOR A
Este setor abriga os Killifishes, e cultivos de plantas raras, ou recém introduzidas.Os killis são mantidos em aquários pequenos ou caixas de alvenaria, dependendo da quantidade.

As plantas são cultivadas em bandejas plásticas, com movimentação constante da água, para evitar a proliferação de mosquitos, e melhor distribuição de nutrientes, aproveitando o declive do terreno.

 

Vista do cultivo de plantas

Vista do cultivo de plantas, do lado direito ficam alguns dos aquários de Killis(fora da foto). Notar as garrafas coim injeção de CO2 

Vista do cultivo em primeiros planos a Hydrocotyle sibthorbioides descendo em cascatas

Vista do cultivo de Micrantemum umbrosum

Vista do cultivo de Hemianthus micrantemoides


SETOR B
Aqui também se cultiva plantas e alguns peixes mais raros. O sistema utilizado é o mesmo de cascatas, para as plantas, e os peixes em caixas de cimento.

SETOR C- Contém 12 módulos
Este setor surgiu de uma transformação de uma antiga pocilga onde as baias foram fechadas, e é onde no verão se mantêm peixes de todos os tipos que estejam em maior quantidade, mas no frio abriga peixes como kinguios, tanictis, etc, que suportam os rigores do inverno.

SETOR D - Contém 20 módulos
Originalmente era uma estufa, mas atualmente é composto de canteiros inundáveis para cultivo de plantas.


SETOR E -Contém 32 módulos variados e 700 individuais. Neste setor é onde, bettas e lebistes machos, são mantidos até atingirem  o ponto de venda.
 

Vista externa de uma estufa

Vista interna da estufa

Vista interna, em primeiro plano, aparece uma caixa onde se cultiva também a Ludwigia sp. Nativa do Mato grosso, e ao fundo a Alternanthera sp. “maravilha pink”, e ainda um garoto que nas folgas nos dá uma “mãozinha”, pois adora peixes ornamentais
SETOR F -
Contém 150 módulos variados. Neste setor desenvolvemos novas linhagens de lebiste, funciona como um Banco Genético.

Vista de uma ala, onde são colocadas as linhagens já selecionadas para se multiplicar, e fornecer matrizes para os tanques externos. Nas caixas pequenas ficam os pais de futuras linhagens ainda em seleção.

Mais detalhes do Banco Genético

SETOR G - Contém 12 módulos comunitários.

Este setor é composto por caixas de alvenaria, e se destina ao cultivo de plantas aquáticas.

 

SETOR H - Contém 25 módulos comunitários

Neste setor , visamos a produção de artemias adultas para alimentação de killis, ou até bettas em reprodução.


SETOR I - Contem 25 módulos comunitários

Também em parte destinado a produção de artemias adultas, e em parte a plantas aquáticas, e alguns anabantídeos mais resistentes, que controlam a infestação por larvas de mosquito, pois aqui devido ao cultivo maciço de plantas o pH sempre sofre muitas variações.


SETOR J - Contem 30 módulos comunitários

Aqui aproveitamos um antigo curral concretado, e construímos caixas sobre o piso, onde são colocados ovos de Kinguios para eclosão.


SETOR K - Contem 150 módulos comunitários, e 200 individuais

É uma estufa onde os bettas vivem sua infância.

 

Vista frontal da estufa


SETOR L
- Contem 10 módulos comunitários

é um setor diversificado, e usado em apoio a outros


SETOR M
- Contem 100 módulos comunitários, 500 individuais

Idealizado para a fase intermediária de kinguios, e outros peixes de clima frio, mas no verão é também aproveitada, para bettas e lebistes.

Vista do setor, na época, ainda em termino de construção


SETOR N
- Impossível avaliar a quantidade de módulos. É onde se estoca bettas machos em fase de terminação para venda, em módulos individuais.

 

Depósito para terminação de Bettas

Vista interna- Aquários  e caixas de Betta

Criação de Killfishes e alimentos vivos

Caixas de Betta

Garrafas para eclosão de Artemias

SETOR DE PREPARO DE PLANTAS E ESCRITÓRIO - É onde se limpa, prepara e amarra as plantas destinadas as encomendas, e anexo fica um mini escritório onde recebemos os pedidos, e organizamos a expedição.

SETOR LABORATORIAL - praticamente difundido pelas dependencias, pois realizamos pesquisas constantemente e em todas as areas, quer na seleção de alimentos vivos, identificação ou tomadas fotograficas para posterior identificação, e levantamento da fauna e flora (desde a microscopica até a macroscopica) regional, pesquisas com plantas e metodos de cultivo, ou mesmo de meios de se manter um aquario (ex. aquario autociclante, que foi pesquisado por muitos anos até chegarmos ao resultado atual), e um sem fim de atividades

 

SETOR PLANTAS DE JARDINAGEM(e jardins) - Entre os diversos setores, ou a sombra das árvores cultivamos, plantas para jardinagem, cascatas, como bromélias, orquídeas, cactos, samambaias, bonsais, e outras, para complementar a diversidade.

 

Vista de um jardim temático próximo a entrada, e composto por plantas de regiões áridas.

 Jardins, Flores de amarillis, e bonsais ao fundo

Cultivo de bonsais com espécies de árvores nativas

Vista geral das estufas de criação de peixes


www.plantasdeaquario.com

Topsites de Aquarismo